As melhores informações sobre o mercado imobiliário

Como abrir uma imobiliária no Mercado Brasileiro

Quer empreender e está em dúvida em como abrir uma imobiliária no mercado imobiliário brasileiro?

Para se ter uma ideia, segundo reportagem da Veja, devido a necessidade de Home Office e da baixa nos investimentos de renda fixa, houve um aumento de 63% na compra de imóveis de alto padrão. Isso durante a pandemia.

Além disso, como mostra o Estadão, a migração para postos digitais foi o que manteve muitas imobiliárias funcionando. Estas são só algumas das questões que você precisa ter em mente ao abrir sua própria imobiliária.

Mas fique tranquilo, nós da equipe da Sigavi separamos as principais informações que você precisa ter para saber como abrir uma imobiliária no mercado imobiliário Brasileiro.

Qual o momento certo de abrir uma imobiliária?

Esta é uma dúvida recorrente, e embora o crescimento do setor imobiliário influencie muito na tomada de decisão, é importante analisar seu aspecto como empreendedor.

Até porque, será necessário um tempo até que a imobiliária seja reconhecida e comece a ter lucro. Por isso, é preciso antes ter todos os tipos de precauções para se blindar a possíveis problemas.

Assim, vale a pena ter valores guardados para pagar as principais despesas dos primeiros meses e um planejamento de marketing. Vamos abordar isso com mais profundidade adiante.

Comece estudando o mercado imobiliário Brasileiro

Já em relação à situação do mercado, temos visto uma alta nos últimos anos. Houve um estacionamento do crescimento do setor em 2020 em razão da pandemia. Mesmo assim, é previsto que o setor volte a crescer depois da normalização no país.

Para entender mais, acesse nosso artigo sobre as previsões para o ano de 2021. Contudo, é importante saber que o setor opera em ciclos.

Um deles é quando há maior procura do que demanda, que valoriza os imóveis. Um segundo é o cenário inverso, no qual os programas habitacionais acabam influenciando bastante o setor, como o Programa Minha Casa Minha Vida.

Contudo, você vai precisar identificar o setor específico que quer atuar. Se sua preferência for por imóveis luxuosos, como mostramos no início do artigo, será preciso se especializar neles.

Para isso, busque informações nos principais portais e leia nossos artigos anteriores no blog, assim terá um bom panorama do mercado imobiliário brasileiro.

Tenha um plano de negócios

Agora, falando da perspectiva de um empreendedor, sua imobiliária não pode ser aberta às pressas. Você precisa antever o máximo de informações possíveis.

Nessas horas o plano de negócios é o mais indicado. Este documento explica todas suas intenções com a abertura do novo empreendimento, principalmente em relação a:

  • Valores, missão, objetivos.
  • Planejamento organizacional.
  • Estudo de Marketing.
  • Levantamento das necessidades do setor e do cliente.
  • Capital de giro, principais despesas.

Para te ajudar, o Sebrae tem um material de qualidade que elenca tudo que precisa estar presente no seu Plano de Negócios.

como abrir uma imobiliária

Como abrir uma imobiliária: Checklist de Documentos

Além disso, um ponto de extrema importância é saber os documentos que sua imobiliária precisará ter. O Jetmob nos lembra de alguns que vamos compartilhar contigo:

Creci Jurídico

Os CRECIS são os conselhos regionais de corretores de imóveis. São eles que regulamentam e fiscalizam a área.

Por isso, do mesmo jeito que um corretor de imóveis precisa da liberação do conselho, sua imobiliária vai precisar estar devidamente habilidade e um dos sócios precisa solicitar o documento junto ao CRECI da sua região.

Ah! Da mesma forma, todos que trabalharem na venda de imóveis na sua imobiliária precisarão ter a autorização do conselho. Caso contrário vocês poderão estar sujeitos a pagar multas altas.

CNPJ

O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) é padrão para qualquer empresa. è por meio dele que o governo fiscaliza suas informações no que diz respeito à Receita Federal.

Inscrição Municipal

Igualmente, o município precisará ter ciência de sua conformidade quanto a tributos e impostos. Portanto, o número de inscrição estadual é indispensável.

Contrato Social

Como lembra Rafael Xavier

“O Contrato Social é um documento que contém o nome registrado, o capital inicial, os nomes dos donos, o que cada um faz e o acordo firmado entre eles.

Esse contrato deve ser registrado na Junta Comercial, na Receita Federal, na Prefeitura da sua cidade e no CRECI.”

Alvará da Prefeitura

Além de tudo que foi citado acima, a prefeitura precisa liberar o funcionamento de sua imobiliária. Solicite então, uma visita técnica que vai avaliar as condições do local e disponibilizar o alvará que possibilita a sua empresa mediar a compra e aluguel de imóveis.

Conheça quem é a concorrência

Pensando em como abrir uma imobiliária, não podemos esquecer que você irá competir em que está no setor a mais tempo. Por isso, estudar a concorrência é essencial.

Por meio desse estudo, você pode encontrar os pontos positivos e negativos das outras empresas, e até pensar em problemas que precisam ser sanados. Vislumbrando, então, um diferencial.

Vamos dizer, por exemplo que na sua região há poucas imobiliárias que fazem contratos digitais. Essa pode ser seu a estratégia perfeita para se destacar.

Quem é seu público alvo?

Como dissemos algumas vezes ao longo deste artigo, antes de abrir as portas da imobiliária, é preciso definir com concisão quem vai ser seu cliente.

Não adianta atirar para todos os lados. Estudar precisamente quem será atendido é o caminho do sucesso. Pense sempre que o mercado imobiliário brasileiro tem diversos nichos:

  • Famílias grandes.
  • Solteiros.
  • Recém-casados.
  • Pessoas que compram imóveis para investir.
  • Universitários.
  • Clientes de classe A, B, C e D.

Tudo isso influencia na abordagem feita e nos serviços que sua imobiliária disponibilizará.

Faça todos os cálculos

Segundo matéria do O Globo, 60% das empresas fecham as portas em menos de 5 anos. A principal falha está em relação aos cálculos, ao abrir um negócio você precisa ter tudo na ponta do lápis.

Você terá gastos com a equipe, com locação do espaço, com água, luz, internet, equipamentos. Tudo isso precisa ser antevisto, sem falar nos impostos.

Nessas horas é melhor contratar um serviço de um administrador ou um contador, assim você não passa por desesperos e pode trabalhar com tranquilidade.

Você vai precisar ter um departamento de Marketing

O Marketing deixou de ser uma opção, mas se tornou vital para que qualquer empresa consiga se manter no mercado imobiliário brasileiro.

Para ilustrar, vou contar uma experiência recente. Um membro de nossa equipe estava buscando um apartamento para alugar, o mais incrível foi que depois de encerrar sua busca no computador, ele começou a ver anuncios de empreendimentos nas ruas redes sociais. E acabou se interessando por um deles.

Além disso, um dos maiores pecados de quem trabalha com imóveis é o ter fotografias ruins. Elas são o hall de entrada do imóvel, e você precisa ter fotos que vendem imóveis.

Com usar o Marketing a seu favor?

Hoje o cliente já não vem pelos modos convencionais, ele te encontra pela rede social, pelos portais de imóveis e por seu site. Então, é justamente nestes canais que você deve atuar.

Use ferramentas que melhorem a experiência do consumidor e agarre a atenção dele. Por isso que um CRM imobiliário, por exemplo, é uma ótima sugestão. Por meio dele você tem uma noção se o contato é um lead frio ou qualificado.

Para te ajudar, consulte este artigo sobre site para imobiliarias, tenho certeza que ele esclarecer algumas razões de vender pela internet.

Aposte em uma Imobiliária Digital

Uma boa opção é ser uma Imobiliária Digital que usa a internet para chegar até o comprador e fechar negócio. Na verdade, essa é uma grande tendência e várias imobiliárias optaram por trabalhar somente pela internet depois do período de pandemia.

Além disso, uma Imobiliária Digital consegue proporcionar conforto e experiências melhores ao cliente. Isso porque acaba com a correria de visita a imóveis.

O internauta pode fazer isso com um simples clique. Sem falar que este tipo de imobiliária se mostrou seguro e por isso deslanchou no período de quarentena.

E não podemos esquecer que quem trabalha pela internet consegue acompanhar a velocidade de transformação do mercado. Isso é um fator positivo já que você pode perceber o que precisa ser mudado e ser o próximo destaque mercado imobiliário digital.

Sigavi 360 na sua imobiliária

Se você quiser acertar no momento de criar sua imobiliária, use o Sigavi 360, nossa plataforma completa com:

  • CRM Completo.
  • Secretaria de Vendas.
  • Funil de vendas detalhado.
  • Pagadoria.
  • Vínculo as principais redes sociais.
  • Site profissional.
  • Redirecionamento dos portais de vendas.
  • Gestão Integrada da sua imobiliária.

Basicamente, estamos disponibilizando os melhores recursos para que sua imobiliária entre no mercado com o pé direito.

Quer testar? Use por 15 dias grátis e comprove que esta é a melhor plataforma para levar sua imobiliária ao topo.

Lista exclusiva

para corretores e imobiliárias que querem mais RESULTADOS

Faça parte da nossa lista exclusiva e receba as melhores estratégias para alavancar seus negócios. Informe seus dados para receber:

Captcha obrigatório
× Como podemos te ajudar?