As melhores informações sobre o mercado imobiliário

finanças imobiliárias

Finanças Imobiliárias – Organização é a chave para o sucesso

As finanças imobiliárias não se resumem a receber e pagar boletos. A saúde financeira da imobiliária precisa de planejamento e organização.

Reduzir os gastos, melhorar os investimentos e atingir metas são objetivos que pessoas e empresas se dedicam para alcançar. A finalidade é simples: ter controle dos recursos financeiros visando o crescimento dos negócios.

Logo, a chave para a organização das finanças imobiliárias envolve o planejamento dessas atividades e o acompanhamento delas para haver estabilidade.

E numa época onde se ouve falar tanto em economia de recursos e corte de gastos é indiscutível que corretores e imobiliárias tenham esse planejamento baseado num sistema financeiro eficaz.

Assim, para melhorar os processos de gerenciamento, iremos abordar o conceito de finanças, a organização delas nas imobiliárias, as estratégias que podem ser aplicadas e como obter um sistema de gestão valioso para o seu negócio.

Finanças imobiliárias – O que são?

Quando falamos em finanças, nos referimos a gestão de dinheiro desde sua origem até os custos, investimentos, entre outros.

Os principais tipos de finanças e suas definições são:

Finanças Pessoais

Trata-se das finanças voltadas para o indivíduo e sua família, varia conforme os ganhos e as necessidades. Estas, precisam incluir recursos para imprevistos, desejos e planos.

Finanças Públicas

Estão relacionadas às receitas e despesas financeiras do Estado. Se concentram na coleta de receita tributária e no gasto desse dinheiro em serviços e programas sociais.

Finanças Corporativas

Basicamente, elas têm a ver com todo o gerenciamento de dinheiro em uma empresa privada. Elas visam o equilíbrio das contas, aumento dos lucros e do valor de mercado da empresa.

É aqui que se enquadram as finanças imobiliárias. Uma gestão acertada otimiza os recursos disponíveis, garantindo estabilidade financeira.

Importância de organização e planejamento das finanças imobiliárias

Em primeiro lugar, precisamos dizer que ter uma organização financeira diante do cenário de pandemia se tornou uma necessidade real para que pessoas e empresas pudessem se manter no azul.

Pesquisas recentes mostram que aqueles que não tinham o costume de se organizar, ou adotar planejamentos financeiros, infelizmente se viram endividados prejudicando até mesmo sua saúde emocional.

Diante disso, pergunte-se: “Como andam as finanças da minha empresa?” Você pode até responder que está tudo bem, já que suas contas estão em dia. Mas será que você saberia responder às perguntas abaixo:

  • Se eu precisar cortar custos hoje, sei exatamente quanto é gasto em cada departamento?
  • Consigo localizar em qual deles eu posso cortar gastos sem me prejudicar?
  • Posso recorrer a um histórico do que foi gasto no ano de modo a me preparar para o orçamento do ano seguinte? 

Se a resposta for não, será de suma importância ter uma gestão eficiente para melhorar o controle financeiro.

A aplicação das seguintes estratégias financeiras poderá auxiliar corretores e imobiliárias a fazer uma gestão descomplicada, possibilitando visualizar melhor os processos e recursos.

Estratégias de organização das finanças imobiliárias

Vejamos a seguir algumas estratégias para melhorar a gestão financeira de imobiliárias e corretores.

Conhecer o fluxo de caixa

Criando uma analogia, a empresa precisa de comida (lucro) e ar (fluxo de caixa) para sobreviver. Ou seja, o fluxo de caixa de uma empresa precisa ser controlado porque se faltar ar, você já sabe…

Assim sendo, ele é fundamental para o planejamento das finanças imobiliárias, visto que controla toda a entrada e saída de dinheiro.

O fechamento do caixa, assim como o registro das movimentações financeiras, deve ser feito se possível diariamente e mensalmente. É difícil, no entanto, ajuda a ter controle e pode evitar os riscos financeiros.

Elaborar um plano de contas

Um plano de contas também facilita muito o dia a dia das imobiliárias, pois reúne em um só lugar todos os créditos e débitos que a empresa possui. Tê-lo é sinônimo de organização.

Nele encontramos todas as contas fundamentais, desde as despesas do administrativo até aquelas relacionadas à operação ou a mão de obra, assim é possível fazer uma análise melhor das finanças imobiliárias.

O plano de contas gerencial pode facilitar a compreensão dos gestores sobre a movimentação financeira da imobiliária. E perceber gastos que podem ser evitados antes da empresa assumir compromissos.

Observar o orçamento

Uma vez identificado onde o dinheiro é gasto é possível cortar as despesas e, portanto, direcionar os recursos de forma adequada e proporcional a cada departamento.

Se este orçamento for monitorado ficará mais coerente para o gestor ou administrador tomar decisões para que os gastos sejam equilibrados e para que os imprevistos ocorram com menos frequência e intensidade.

Separar finanças pessoais e corporativas

Para se ter uma eficiente gestão das finanças imobiliárias é importante separar as contas pessoais e as da empresa.

Usar uma conta pessoal se for autônomo pode tornar o aspecto de seu negócio mais complicado e difícil de controlar. E isso se dá também caso seja necessário utilizar os recursos da imobiliária para pagar contas pessoais.

Isso, por sua vez, causará impactos na lucratividade da imobiliária, afetando os indicadores de desempenho.

Observar as datas e os prazos

Se a imobiliária não consegue controlar os recebimentos, não será possível definir quanto de recursos entrará em caixa e dessa forma ela não realizará os investimentos devidos.

O mesmo acontece com as contas de maior prioridade, como impostos, água e luz. Os prazos de pagamentos devem ser cumpridos para não incorrerem em juros, multas ou cortes.

Controle dos inadimplentes

Em tempos de pandemia, algo muito importante para a organização das finanças imobiliárias é ter atenção aos inadimplentes.

Veja algumas sugestões para reduzir a inadimplência e contornar a situação:

→ Bons relacionamentos com os clientes possibilitando que eles honrem o compromisso em casos de crise.

→ Utilizar uma régua de cobranças com lembretes automáticos e que programe os períodos de cobrança prevenindo atrasos.

→ O uso de boletos que permita gerar segunda via para evitar inadimplência.

→ Ter uma pessoa treinada para acompanhar este fluxo e saiba conversar com os clientes sem expô-los a constrangimentos também é essencial para evitar litígios.

O uso de indicadores e métricas

O uso de indicadores e métricas fazem parte do sucesso de uma imobiliária. Eles possibilitam a tomada de decisões e assim ter um controle efetivo sobre os resultados do negócio. Eles permitem ainda comparar períodos.

Os gestores podem compartilhá-los com os colaboradores e assim pode-se ter uma equipe mais comprometida com os resultados e agindo de forma padronizada.

Essas são algumas estratégias, no entanto, percebemos que ter uma gestão das finanças imobiliárias é primordial hoje e precisa ser trabalhada independentemente do tamanho do negócio.

Organize suas finanças contando com um CRM Imobiliário

Certamente, usar processos integrados faz com que todos na equipe imobiliária conheçam suas responsabilidades, tarefas e prazos.

Finalmente, cuidar do gerenciamento das finanças imobiliárias é uma tarefa que exige prestar atenção aos gastos e controlar o orçamento. Mas, também é necessária uma visão geral dos procedimentos para criar estratégias para maximizar os lucros.

Agora, imagine lidar com isso e dezenas de tarefas administrativas diariamente. Além disso, o gestor da imobiliária precisa conduzir a equipe, encontrar novos clientes e fechar negócios. É no mínimo complexo!

Dificilmente sobra tempo de qualidade para analisar a saúde financeira da empresa e pensar em estratégias de melhoria, não é?

Entretanto, pensar em estratégias de melhoria das finanças é uma tarefa que não pode ser delegada a outra pessoa. O gestor precisa estar ativo no controle de custos. Então como conseguir tempo para isso?

Otimizando seu tempo com tarefas repetitivas e organizando seu processo de atendimento através de um bom CRM Imobiliário.

O Sigavi 360 economiza tempo do gestor e da equipe. Ele organiza as tarefas, alivia o estresse e aumenta a produtividade da sua imobiliária. Melhor ainda, ele pode gerar relatórios que alimentarão os dados para outros sistemas de Gestão Financeira.

Quer saber como funciona? Basta consultar a equipe do Sigavi 360 e obter o melhor desempenho das finanças imobiliárias.

Lista exclusiva

para corretores e imobiliárias que querem mais RESULTADOS

Faça parte da nossa lista exclusiva e receba as melhores estratégias para alavancar seus negócios. Informe seus dados para receber:

× Como podemos te ajudar?