As melhores informações sobre o mercado imobiliário

geracoes

GERAÇÕES: CONHEÇA TODAS PARA UM BOM ATENDIMENTO

Você conhece as gerações e como elas impactam no momento da abordagem e para as vendas?

Ser prestativo e educado é o mínimo para se conseguir disponibilizar um bom atendimento no setor imobiliário. É preciso conhecer bem seu público para saber como atraí-los e entender suas necessidades.

Por falar em necessidades, quem está no mercado há muito tempo já sabe que a demanda muda o tempo todo e cabe às empresas se adequarem e oferecerem o que o cliente quer. Porém, não devemos encarar essas mudanças de forma negativa. Pelo contrário, é muito importante usar as armas que temos a nosso favor para, assim, colhermos bons resultados.

E uma das formas mais práticas para garantir esses bons resultados, é começar o atendimento da forma correta. Afinal, a maneira como você atende seus clientes é a chave para conquistá-los e torná-los fiéis.  

O que queremos te dizer é o seguinte: o corretor precisa do máximo de pistas para analisar o cliente antes mesmo de iniciar o atendimento. 

Como assim? Podemos comparar o bom atendimento a um pescador. Para uma boa pescaria, ele precisa saber que tipo de peixes estão disponíveis no local e usar a isca adequada para atraí-los ao anzol. Da mesma forma, quanto mais informações o corretor tiver acesso antes do atendimento, mais fácil será para prestar um atendimento personalizado e conseguir ‘fisgar’ o cliente. 

Para ajudar a antecipar as preferências e interesses dos clientes, os profissionais de marketing estão estudando o comportamento das gerações de consumo.

Gerações? Sim. Estamos vivenciando muitas mudanças ao longo dos anos, além das mudanças familiares e profissionais que ocorrem com a idade das pessoas, hoje as mudanças também se refletem na forma que elas veem o mundo e lidam com inovação e tecnologia.

Será mesmo que isso é relevante no setor imobiliário? Sem dúvida.

Assim sendo, vamos abordar neste artigo, como o marketing usa esse estudo comportamental para atrair cada geração e como o setor imobiliário tem usado essa estratégia de marketing para fazer um melhor atendimento. Fique conosco e descubra esse segredo!

COMO AS GERAÇÕES INFLUENCIAM O MARKETING DO SETOR IMOBILIÁRIO?

O marketing está sempre em constante movimento! E com todas as transformações sociais, tecnológicas e econômicas, o marketing do setor imobiliário precisa acompanhar esse ritmo.

Para que o marketing atinja resultados positivos e cumpra seu objetivo, é muito importante que ele se atualize e saiba o que realmente vai chamar a atenção dos consumidores. Neste respeito, novos estudos são feitos com o passar dos anos para saber quais são as necessidades e interesses de seus consumidores.

O marketing está atento aos detalhes que caracterizam cada geração. A sociedade é composta por pessoas de todas as idades e são elas que ditam o que já foi tendência um dia, o que está em alta no momento e o que vai entrar no mercado no futuro.

As gerações são classificadas como: Baby Boomers, X, Y e Z. Cada uma dessas gerações se refere a um período determinado de tempo que divide os indivíduos que nasceram nos meados do século XX até o começo do século XXI.

Embora os mais velhos tendem a ter uma estabilidade financeira maior do que aqueles que estão entrando no mercado consumidor, não podemos negligenciar a importância que os jovens exercem sobre esse mercado. Entendemos bem este detalhe mais adiante.

Agora, vamos entender cada uma dessas classes de gerações e saber um pouco mais sobre seu comportamento.

Baby Boomers: nascidos entre o período de 1940 a 1960 (Acima de 60 anos)

Se voltarmos no tempo, vamos nos lembrar que esses que nasceram entre essas décadas, compõem um grupo de pessoas que viviam uma reconstrução pós-guerra.

O Brasil vivia uma fase de otimismo e reconstrução sob o governo de Juscelino Kubitschek. E com isso surgiram pessoas que queriam lutar por seus direitos civis, mas, por outro lado, valorizam a estabilidade do lar.

Como eles afetam o mercado consumidor? Os Baby Boomers são o núcleo de grande parte da riqueza mundial e das principais decisões que são tomadas em diversos países do mundo. 

Eles representam uma geração que não acompanhou tantas transformações em tão pouco tempo como as que vemos hoje. Por esse motivo eles são um pouco mais resistentes às mudanças e preferem uma vida mais estável, principalmente quando se trata de carreira profissional.

Geração X: Nascidos entre o período de 1960 a 1980. (acima de 40 anos)

Quem é dessa época ainda guarda um pouco da influência dos seus pais, que são Baby Boomers. A geração X também se mostra atraída pela estabilidade na carreira, disciplina e respeito pela hierarquia. Apesar de, ao mesmo tempo, mostrarem que desejam liberdade de expressão para fazerem o que desejam.

A situação política da época já não é mais a mesma, o que tira o otimismo demonstrado pela geração anterior. Com isso, eles já não pensam tanto de forma coletiva, o que os leva ao individualismo e ao senso de competição, resultando em um número maior de empresas surgindo no mercado.

Essa ação, só foi um impulso ainda maior para essa geração se tornar ainda mais consumista. Segundo pesquisas, a maior parte das empresas pertencem a pessoas que já passaram dos 45 anos. De forma positiva, essa geração aprendeu a aproveitar a condição econômica de forma mais intensa.

Geração Y ou Millennials: Nascidos entre o período de 1980 a 1995. (Acima de 25 anos) 

O que dizer dessa geração? Com idades entre 25 e 40 anos, essa turma das décadas de 80 e 90, viram o mundo ganhar uma nova forma quando o assunto é informatização e globalização. A internet estava surgindo e gradualmente foi ganhando espaço e se modernizando. Na mesma hora, a geração Y viu o mundo se tornar ainda mais ágil e totalmente diferente devido à internet.

Com tantas mudanças que ocorreram desde o início dessa geração, eles aprenderam a se tornar mais flexíveis e adeptos às mudanças, às transformações. São pessoas não tão apegadas ao seu estilo de vida, mas que estão buscando novas experiências, novas aventuras.

Com o avanço tecnológico, eles podem estar muito mais informados e buscarem um novo jeito de ganhar o mundo e torná-lo muito mais sustentável e consciente. 

Eles se tornam uma grande parte daqueles que estão no mercado de trabalho e se tornam um alvo para o marketing que incentiva o consumo ainda maior. Pois, eles podem ter muito mais acesso ao que desejam e estão sempre conectados.

Geração Z: Nascidos entre o período de 1995 e 2010. (acima de 10 anos)

O poder de consumo ainda não está nas mãos desta geração, mas elas influenciam grandemente a geração anterior e provavelmente vão atingir capacidade de consumo antes de seus pais. Eles já sabem o que querem e a maioria já tem tudo sob controle e muito bem-planejado.

Diferentemente da geração anterior, a geração Z já veio com a tecnologia na palma das mãos, estão conectados o tempo todo. Eles são muito mais ágeis e conseguem aprender com muito mais facilidade. 

Para eles não há tempo a perder, pois, tudo parece fluir muito bem. A liberdade da época permite que eles estejam muito mais atentos às mudanças e se envolvam de verdade no que acontece no mundo. 

Seja fora ou principalmente na internet, eles se mostram muito mais ativos e preocupados com as mudanças que ocorrem na nossa vida social. Vendo a situação econômica do jeito que está – passando por crises – eles se preocupam com o futuro e a melhor forma de ganhar dinheiro sem deixar de viver os seus sonhos. 

O marketing também avança com essa modernização para atrair essa nova geração que representa um futuro cheio de esperança e novas expectativas.

COMO OS JOVENS INFLUENCIAM A COMPRA?

Sabemos que os mais velhos são a classe com um poder aquisitivo maior e mais estável. Porém, os jovens estão influenciando muito as decisões de compra.

A partir da geração Y podemos ver como a tecnologia tem ganhado espaço e como esses jovens estão se tornando muito mais preocupados com o engajamento, sustentabilidade e diversidade.

Os mais velhos costumam pedir ajuda aos mais novos para pesquisar na internet os itens que precisam. Além disso, quando se trata de consumo para toda a família, os mais velhos se esforçam em tomar decisões que beneficiem os mais jovens.

Esse fator motiva as empresas a terem uma relação mais achegada com esses consumidores por meio da propaganda. As marcas que querem ganhar território entre esse grupo consumidor, precisam se adaptar e estar onde esses jovens estão, ou seja, na internet. 

Ter um site, uma rede social, blog ou outro meio de se manter conectado é o ideal para não ficar para trás. São essas novas gerações que estão impulsionando o mercado e mostrando o que eles realmente querem. 

São os mais jovens que estão movimentando o mundo consumidor através da internet. Eles se tornam a alma do negócio e um alvo para empresas que querem ganhar fama e popularidade.

COMO AS GERAÇÕES SE COMPORTAM QUANDO O ASSUNTO É SETOR IMOBILIÁRIO?

É preciso entender os perfis de cada um e criar estratégias específicas ao mercado imobiliário para atrair esses consumidores.

Ter uma casa, ter filhos ou não, enfim, todos esses aspectos da vida social é um ponto em comum que não divide gerações. Por isso, saiba o que pode agradar a cada um e conheça o perfil de seus clientes para melhorar o atendimento.

Baby Boomers: Preferem comprar para pagar depois, seja por meio de financiamento ou hipoteca. São muito mais focados no trabalho, gastam mais tempo se envolvendo com ele, buscando ter mais confiança e estabilidade numa única empresa. 

Essa geração não é tão tecnológica, o que exige um esforço maior para manter uma comunicação de forma presencial. É possível estabelecer um primeiro contato online, mas a negociação precisará ser pessoal.

Marque encontros pessoais para fazer atendimento e esteja atento sobre seus gostos e experiências. Demonstre interesse por essa geração ligada ao compromisso.

Geração X: Como uma geração que viveu e presenciou um período econômico mais fragilizado, eles são muito conservadores e têm medo de arriscar nas transações financeiras. São uma classe um pouco mais cautelosa e conservadora.

Durante o atendimento, seja ágil e vá direto ao ponto. Mostre opções de imóveis realistas à sua capacidade de compra e não complique. Com essa geração já se torna possível fazer um atendimento usando a internet para se conectar por email, mensagens ou se preferir, reuniões pessoais.

Geração Y: Essa geração veio numa época totalmente mais avançada com a tecnologia. Eles já são bem mais descompromissados, não ficam tanto tempo apegados ao mesmo trabalho e sempre estão mudando, procurando o novo.

Eles não se importam muito com a estabilidade financeira futura, gastam o que tem e querem aproveitar as oportunidades da vida. O que afeta um pouco o setor imobiliário. Essa geração não se preocupa com o fator de adquirir um imóvel e ficar muito tempo no mesmo lugar. 

É possível que eles procurem imóveis menores, com facilidade de acesso e locomoção e também próximos a lugares com vida noturna. Alguns poderão optar por alugar para ter mais liberdade de ir e vir.

O atendimento pode e deve ser feito de forma rápida e online. Aliás, é provável que a presença online da imobiliária seja uma exigência para o primeiro contato.

A linguagem precisa ser clara, atual e deixar o cliente apto a tomar suas próprias decisões.

Geração Z: A geração Z prefere simplicidade, praticidade e sustentabilidade. Eles ainda não têm capacidade de consumo, mas seus pais são muito influenciados por eles.

Para conquistar essa geração como aliada e influenciadora, o setor imobiliário precisa estar ativo nas redes sociais e oferecer opções de imóveis próximos a escolas, universidades e shoppings.

Use esse conhecimento a seu favor

Como você pode usar o conhecimento das gerações a seu favor? 

Não presuma que sabe o que os clientes precisam só por entender a geração a que eles pertencem. Essa informação não exclui a conversa e o interesse no cliente.

No entanto, entender a que geração suas opções de imóveis podem interessar vai orientar suas ações de marketing para atrair os clientes certos.

Ao atender os clientes, use o CRM Sigavi 360 para registrar o perfil de seus clientes. 

Você poderá emitir relatórios e analisar:

  • Que tipo de opções de imóveis sua imobiliária tem disponível;
  • Que tipo de clientes procuram sua imobiliária;

Ter ferramentas tecnológicas em sua empresa, como o Sigavi 360, vai atrair os clientes do futuro para sua imobiliária e você não terá dificuldades de se adaptar às necessidades deles.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o Sigavi 360, peça uma demonstração aos nossos consultores clicando aqui.

Lista exclusiva

para corretores e imobiliárias que querem mais RESULTADOS

Faça parte da nossa lista exclusiva e receba as melhores estratégias para alavancar seus negócios. Informe seus dados para receber:

× Como podemos te ajudar?