As melhores informações sobre o mercado imobiliário

gestao imobiliaria

Gestão imobiliária: evite gargalos e alcance o topo

Uma adequada gestão imobiliária é a base para corretores e imobiliárias terem sucesso no setor. Porém, com a transformação digital, a gestão tradicional baseada em papéis, planilhas e contatos telefônicos já não é mais o suficiente para se destacar no mercado.

Essa não é uma tendência só no mercado brasileiro. Para se ter uma ideia, agora em 2020, Portugal recebeu uma grande imobiliária digital, a eXp Realty

E, na realidade portuguesa, este é um grande passo, já que lá o setor é, ainda, extremamente tradicional. No Brasil, entretanto, as mudanças vêm acontecendo a passos largos.

O site G1 mostra que, mesmo com a crise que tivemos, os últimos meses deste ano celebram uma enorme procura por imóveis. Principalmente, por meio de sites, aplicativos e portais.

Quer saber o que tudo isso tem a ver com gestão imobiliária? Este artigo vai te ajudar a entender em detalhes. 

Gestão Imobiliária: organização e processos

Sabemos que, conforme a imobiliária vai recebendo mais clientes e tendo mais corretores, a necessidade de uma gestão proativa aumenta. E a base para todo esse trabalho é:

  • Conhecer os tipos de imóveis e seu público-alvo.
  • Organizar estrategicamente a equipe da imobiliária.
  • Ter um relacionamento de excelência com os clientes.
  • Fazer uso de tecnologias do mercado imobiliário digital.

Mas para que as atividades principais sejam realizadas com sucesso, uma adequada gestão imobiliária é essencial. Então conheça os tipos de gestão interna que sua imobiliária precisa fazer para garantir mais organização, produtividade e resultados.

Tipos de gestão interna

Doutor em Administração e autor de “Gestão Empresarial Contemporânea”, Clóvis Delboni explica que a frase “lucro a qualquer custo” é algo do passado. E que não se sustenta a longo prazo. Para ser uma referência em qualquer setor é necessário produzir:

“Inovando, vendendo e se relacionando com o mercado consumidor, ouvir e fazer ser ouvido. As tarefas se multiplicaram e há a necessidade de ferramentas de gestão capazes não só de elaborar relatórios analíticos, mas sinalizar tendências e indicar novos caminhos para o sucesso”.

Desta forma, há três tipos essenciais de gestão para se conhecer e adotar:

  • Gestão financeira: é como sua imobiliária lida com os números. São atividades como gerenciar o fluxo de caixa, fazer o cálculo das despesas, (água, luz, internet etc.), gerir receitas e ratear as comissões.
  • Gestão Patrimonial: concentra tanto os patrimônios da imobiliária (filiais, lojas e equipamentos), quanto os imóveis sob a responsabilidade de sua equipe. Além disso, nesta gestão, as questões fiscais e tributárias precisam ser tratadas de maneira impecável.
  • Gestão de Pessoas: envolve todos os contatos entre pessoas, sejam de clientes, colaboradores e fornecedores.

Alguma dúvida até aqui? Vamos falar sobre os principais gargalos na gestão imobiliária. Assim você vai entender justamente o que seus colaboradores e sua gerência precisam evitar.

Gestão Imobiliária: 8 gargalos para evitar

O objetivo de todos é estar no topo, mas só se aperfeiçoando e aprendendo com os erros se chega lá. Por isso, neste tópico vamos falar de 8 gargalos que podem prejudicar sua gestão imobiliária.

1- Problemas no relacionamento com o cliente

Em qualquer área de vendas, o cliente é o centro de todos os esforços. Ele deve ser sua primeira preocupação.

Não adianta ter ótimos apartamentos e casas na carteira, se não consegue fazer esses imóveis “dar match” com os moradores ideais. Então, anote: priorize sempre o relacionamento com o cliente.

Embora possa parecer algo simples, já vimos casos de ações simples causarem a perda de um bom negócio. Quer um exemplo?

O corretor ou a corretora está passando por um momento de estresse. Na sequência, recebe uma ligação de um cliente para esclarecer uma dúvida. O resultado é que esse estresse interfere no atendimento prestado e a pessoa do outro lado da linha percebe um tom “seco” e rude. Você acha que ela se sentiria à vontade para confiar o sonho da vida dela nas mãos desse agente?

Pois é, para garantir uma relação saudável com o comprador:

  • Seja cortês.
  • Trate com polidez e gentileza.
  • Não hesite em questionar se o atendimento cumpriu com as expectativas dele.
  • Pergunte se há mais dúvidas.
  • Aprenda a gerenciar o estresse.

Para garantir uma relação de excelência, incorpore o atendimento humanizado à sua rotina. Sem dúvida seus clientes ficarão muito mais satisfeitos.

2- Site sem profissionalismo

Já pensou que o site da sua imobiliária atua como uma grande faixa de “bem-vindo” na fachada? Veja, se estiver em boas condições, o visitante se sentirá atraído a continuar as buscas e fazer um contato. Do contrário, ele vai fugir para a concorrência.

O que o site tem a ver com a gestão imobiliária? Bem, ele pode ser o ímã para a captação de novos clientes se for bem posicionado no Google. 

Mas, para que isso aconteça, é preciso que seja uma plataforma clara, organizada, que não gere dúvidas e que seja intuitiva. Além disso:

  • Use fotos com boa qualidade.
  • Mantenha o portfólio de imóveis atualizado.
  • Deixe ele responsivo para funcionar em smartphones e tablets.
  • Mantenha em dia os dados de contato.

3- Desarmonia na equipe de colaboradores

Se a gestão imobiliária é o alicerce da sua empresa, os colaboradores são as paredes. São eles que vão fazer tudo acontecer, e estamos falando desde a secretária até a gerência.

Todos precisam ter sinergia e foco no cliente. Só assim terá uma equipe proativa, capaz de antecipar problemas e propor as melhores soluções.

Para garantir a harmonia, desenvolver uma cultura organizacional é o caminho. Mesmo que sua imobiliária ainda seja pequena, ter missão, visão e valores claros, bem como procedimentos escritos, permite manter um clima adequado e as atividades em dia mesmo na troca de funcionários.

E por falar nisso, temos um artigo falando sobre como ter a melhor equipe de corretores, clique aqui e tenha insights para criar a sua!

4- Problemas na incorporação da tecnologia e inovação

O próximo desafio para uma boa gestão imobiliária é saber encaixar a tecnologia como parte da sua rotina.

Estamos em um momento em que o setor já se tornou o que chamamos de “mercado imobiliário digital”. Assim, quem continuar usando apenas mecanismos analógicos e não integrados vai acabar perdendo competitividade e visibilidade.

É por isso que a adoção de softwares de gestão para imobiliárias e corretores se torna cada vez mais importante. E o Sigavi 360 é um bom exemplo de uma plataforma completa totalmente voltada para o mercado imobiliário.

Ela tem CRM, site, aplicativo, funil de vendas e todas as funcionalidades que o mercado imobiliário do século 21 demanda.

5- Falta de métricas de desempenho

Sabia que sua imobiliária pode acabar dando prejuízo se não souber como monitorar o desempenho do seu negócio?

Veja, uma empresa é muito mais do que apenas vender ou ter lucro. É preciso aplicar outras métricas para reconhecer o quanto sua imobiliária está atuando com sucesso. Vamos a alguns exemplos de métricas a serem observadas:

  • Qual o investimento com mídias e o retorno obtido?
  • Quantas horas os corretores investem para conseguir novos contatos?
  • Dos últimos prospects, qual foi o prazo médio para o fechamento das vendas?
  • Qual a evolução da captação e vendas em relação ao ano anterior?

6- Canais de atendimento negligentes

Para continuar nossa conversa, precisamos lembrar que o atendimento tem ocorrido de maneira facilitada. Assim, há diversas opções disponíveis:

  • Email Marketing.
  • Redes sociais: Facebook, Instagram e WhatsApp.
  • Telefone da imobiliária.

Uma solução recente são os grupos no Telegram, que ajudam não só na comunicação com um mesmo perfil de usuários, mas permite compartilhar novos empreendimentos e conteúdos gerados pela imobiliária.

7- Ausência de atualização e formação da equipe

Como vimos, a principal característica do mercado imobiliário atual é a inovação constante. Isso significa que nada se torna regra por muito tempo.

Hoje em dia os sites e redes sociais são o núcleo das vendas online, mas há projeções de que a tecnologia se torne cada vez mais incorporada nos negócios.  Isso significa maior uso de realidade virtual, aumentada e imersiva.

Claro que não conseguiremos fazer uma previsão do que será daqui há cinco anos, por exemplo. 

Mas, justamente por conta dessas mudanças, todos na imobiliária precisam estar em constante atualização e formação. Negligenciar este aspecto é abrir um enorme gargalo que pode fazer sua empresa afundar.

8- Problemas na organização de metas

O último grande problema na gestão imobiliária é não saber desenvolver as metas a curto, médio e longo prazo. Se você quer ser referência na sua área, os primeiros tijolos precisam ser assentados agora.

Dessa forma, reúna sua equipe e não só faça as projeções para os próximos anos, mas também discuta cada mínima ação a ser executada. Principalmente no que tange o curto e médio prazo.

Gestão imobiliária: 5 itens que farão a diferença

Como dissemos, no início do artigo: é preciso aprender com os erros. Por isso, depois de vermos tantos gargalos, vamos compartilhar 5 itens para incluir na sua gestão:

  1. Automação: é muito importante pois libera sua equipe das atividades repetitivas. Automatize tudo que puder, crie um sistema online de geração de boletos e até um chatbot para filtrar os primeiros contatos dos clientes.
  1. Horizontalidade: já pensou em compartilhar a responsabilidade com os colaboradores? Essa é uma tendência no mercado internacional que evita sobrecarga e faz os colaboradores se sentirem uma parte importante do negócio.
  1. Planejamento: a essência de um bom planejamento é decidir o que fazer com antecedência para atingir os objetivos e metas do negócio. Essa prática precisa ser feita periodicamente e traz previsibilidade. Além de orientar as ações futuras da empresa, independente do período.
  1. Kanban: é uma técnica usada no follow-up para evitar atrasos. Basicamente, divide-se as atividades em status de: por fazer, em andamento e concluídas. A ideia é usar uma plataforma online que pode ser acessada por todos, e assim trabalhar em conjunto. Neste artigo da Rock Content, você entende mais sobre o assunto.
  1. Marketing Digital: é chave mestra para ter destaque na sua imobiliária. Lembra da nossa metáfora da estrutura da imobiliária? A base é a gestão, os colaboradores são as paredes e o Marketing Digital é o acabamento, o que vai chamar a atenção.

Agora que você já entendeu a importância de uma boa gestão imobiliária para garantir o sucesso do seu negócio, que tal conhecer mais estratégias para alavancar sua imobiliária no mercado? Acesse nosso Guia de Marketing Digital para Imobiliárias e boa leitura.

Lista exclusiva

para corretores e imobiliárias que querem mais RESULTADOS

Faça parte da nossa lista exclusiva e receba as melhores estratégias para alavancar seus negócios. Informe seus dados para receber:

Captcha obrigatório
× Como podemos te ajudar?