As melhores informações sobre o mercado imobiliário

startup no mercado imobiliario

Startup no Mercado Imobiliário: é possível? Conheça algumas para se inspirar

A revolução digital chegou para ficar. A internet colocou tudo ao alcance de nossas mãos! Pressionado, o mercado imobiliário se viu obrigado a acompanhar essa revolução, e foi dessa necessidade que começaram a surgir a startup e a imobiliária digital.

Sabia que sua empresa pode se tornar uma imobiliária startup? E é mais fácil do que parece. Saiba mais neste artigo.

Mas afinal, o que é uma empresa Startup?

No geral, as startups são definidas como empresas com um modelo de negócios voltado a gerar soluções para pessoas ou para outras empresas. Esse modelo de negócios tem características específicas:

  • Precisa resolver problemas de forma mais prática e rápida;
  • A solução precisa ser lucrativa;
  • Precisa garantir que o serviço tenha potencial para atender em grande escala.

Aplicando ao setor, uma empresa que consegue disponibilizar o imóvel perfeito (a solução) de forma online (prática e rápida), pode se transformar em uma imobiliária startup.

Vamos agora conhecer algumas empresas startup do ramo imobiliário e depois falaremos mais sobre como sua empresa pode se tornar uma máquina de soluções lucrativas.

startup no mercado imobiliario 2

Imobiliária Startup – uma realidade presente

Primeiramente, vamos esclarecer que nem todas as startups do ramo são imobiliárias. Algumas são voltadas para soluções em crédito, seguros, simuladores de vendas, treinamento e serviços que atendam especificamente este setor imobiliário.

No entanto, vamos nos ater às PropTechs (outro nome para startup imobiliária) que possam inspirar sua empresa a dar um passo a mais em direção ao crescimento.

QuintoAndar

Essa imobiliária digital é a mais conhecida hoje no Brasil. Ganhou mercado simplificando processos e garantindo a qualidade das informações e dos serviços.

No site da empresa é possível encontrar as seguintes declarações: “o tempo recorde que levamos para alugar um imóvel é 1h30” ou “recebemos 6 visitas por minuto”.

Deu para perceber o potencial desse modelo de negócios, não é?

Loft

Essa empresa faz mais do que vender imóveis online. Ela se especializou em comprar, reformar e vender.

Fundada em 2018, ela teve um crescimento muito rápido. Já é considerada ‘unicórnio’ – expressão dada a empresas que valem mais de 1 bilhão de dólares.

A Loft tem a promessa de ser 100% digital, mesmo na assinatura da escritura. Essa possibilidade agrada muito a compradores e vendedores.

EmCasa

Também fundada em 2018, essa imobiliária digital recebeu um aporte de R$20 milhões esse ano para investir em crescimento.

A EmCasa oferece visitas por meio de teleconferência, tours virtuais, acesso à planta baixa do imóvel, e informações bem detalhadas para os clientes.

Essas visitas geram uma experiência digital tão intensa para estes compradores que quebram qualquer barreira para encontrar o imóvel perfeito via internet.

Terraz

Esta empresa é um exemplo de uma imobiliária física que teve muito sucesso na transformação para o meio digital.

A Terraz começou pequena e agora é especializada em imóveis para locação na área da Grande Florianópolis. Ela garante rapidez com processos 100% digitais e sem burocracias.

Imobiliária digital é um mercado promissor?

Sem dúvida! Na realidade, a imagem do corretor com uma pastinha cheia de cartões e papéis é coisa do passado.

As pessoas de hoje não querem o incômodo de se deslocar para ver muitos imóveis. Nem ir em cartórios ou se preocupar com burocracias.

As Imobiliárias digitais estão oferecendo exatamente o que as pessoas querem. Por conta disso, o mercado é muito promissor.

Embora tenhamos colocado cases de grandes empresas acima, uma pesquisa feita pela fintech Distrito identificou que 80% das imobiliárias startups trabalham com menos de 20 funcionários.

Especialistas estimam que ainda nem arranhamos o potencial deste mercado, já que as principais startups hoje estão centralizando suas operações no eixo Rio – São Paulo. Por conta disso, o potencial de expansão para outras áreas do Brasil é gigantesco.

A melhor notícia em tudo isso é que você tem total condição de pegar uma fatia deste mercado. E ter a sua imobiliária digital!

O que é necessário para ter uma imobiliária startup?

Ter uma Proptech não é um processo complexo. Ele está ao alcance de todo o empreendedor do ramo imobiliário.

Entretanto, como todo negócio, é necessário seguir alguns passos que garantam o sucesso do seu empreendimento a longo prazo. Veja algumas dicas:

1) Crie um plano de negócios

Um bom planejamento é essencial a todo modelo de negócio e não difere no caso de uma imobiliária digital.

Mesmo que você já tenha um negócio estabelecido, precisa definir os detalhes da sua transformação digital.

Aqui você precisará pesquisar o mercado, descobrir em que área vai atuar, definir que tipo de serviços quer oferecer e que tipo de recursos vai precisar.

2) Estrutura

Se você já tem um negócio físico estabelecido, não precisará fazer muito esforço para se transformar em digital. Poderá manter os dois canais de atendimento sem problemas.

No entanto, se você está começando do zero pense na estrutura física da empresa. E também se atente às exigências legais que são necessárias a qualquer imobiliária, tanto física como digital.

3) Pessoas e processos

Uma boa equipe é essencial! Tenha corretores conectados treinados para ajudar os clientes online. Será que eles terão acesso a bons equipamentos para trabalhar? Saberão utilizar os sistemas necessários?

Ter um corretor conectado com o cliente é primordial. Os processos serão automatizados, mas o fator humano é essencial para garantir uma boa experiência para o cliente.

Por falar em processos, planeje bem as etapas necessárias para oferecer seus serviços. Softwares específicos podem te ajudar com isso.

4) Tenha um bom software imobiliário

Essa é ‘a menina dos olhos’ para quem quer ter uma imobiliária digital.

O primeiro passo é garantir um bom website onde você possa colocar suas ofertas de imóveis, captar leads (possíveis clientes) e direcionar esses leads para atendimento.

Igualmente importante é contar com um software imobiliário que se integre a seu website e o ajude na gestão da empresa e do relacionamento com seus clientes.

Já existe um software completo para colocar imobiliárias no meio digital – o Sigavi 360. Com ele você pode ter um website integrado com um sistema de gestão imobiliária muito completo que organiza todos os processos da sua empresa, economizando tempo, otimizando seus recursos e potencializando seus esforços de vendas.

Com o sistema correto, a imobiliária digital trabalha em prol de conseguir contatos e efetivamente transformá-los em clientes.

Conheça mais sobre a plataforma imobiliária Sigavi 360, clicando aqui. 

5) Invista em marketing digital

Agora você está pronto para vender! Hora de procurar seus clientes no meio digital.

Para isso, é essencial trabalhar com marketing digital. Uma boa estratégia de divulgação vai trazer novos clientes até você, bem como cultivar o interesse de pessoas que entraram e saíram do seu site.

O mercado imobiliário brasileiro sempre passa por altos e baixos. Nos últimos dois anos, a imobiliária startup tem mostrado melhor capacidade de adaptação às variações do mercado e grande potencial de crescimento.

Você poderá se informar melhor sobre o mercado imobiliário digital lendo em nosso blog a matéria: Mercado imobiliário digital: adaptação ou transformação? 

Se quiser saber mais sobre como o Sigavi 360 pode ajudar você na transição para imobiliária digital solicite sua avaliação gratuita por 15 dias clicando aqui. 

Lista exclusiva

para corretores e imobiliárias que querem mais RESULTADOS

Faça parte da nossa lista exclusiva e receba as melhores estratégias para alavancar seus negócios. Informe seus dados para receber:

Captcha obrigatório
× Como podemos te ajudar?